5ª Edição - 2013

Alunos da Educação de Jovens e Adultos - EJA - Redação

Tema: O trânsito é de todos. Jovens e adultos também podem contribuir para um trânsito mais seguro.

1º lugar - Lucas Henrique Borges Coelho

2º lugar - Evandro Pita Vieira

3º lugar - Maria Rosa Ferreira Lima


 

1º lugar - Lucas Henrique Borges Coelho

O trânsito é de todos. Jovens e adultos podem contribuir para um trânsito mais seguro

Estava eu no ponto aguardando a lotação, quando observei no cruzamento, uma grande confusão!

Era gente batendo boca, gesticulando, todos juntos queriam falar, até que chegou o marronzinho para tudo organizar.

O semáforo ficou com problema e ao mesmo tempo todos queriam passar, então o guarda de trânsito se aproximou para orientar: "Vamos com paciência e educação. Passe a moça com o cachorro, a criança e depois o garotão, quando estiverem na calçada, seguros, eu libero os carros e o caminhão. Primeiro um lado, depois o outro e o pedestre outra vez, vamos aos poucos organizando, não precisa afobação".

Enquanto eu aguardava, um colega apareceu, e ficou espantado como tudo logo se resolveu! "Todos respeitando a regra, o nó logo se desfez".

Como cidadãos, lembramos dos nossos direitos, mas não esqueçamos dos deveres, que sem dúvida nenhuma, faz parte dos afazeres. Observar a sinalização, mesmo não sendo motorista, somos todos pedestres, se fizermos nossa parte coisas boas acontecem.

Atravessar sempre na faixa destinada ao pedestre, não atravessar na frente do ônibus e no momento da travessia evitar o celular, assim ao destino, com segurança iremos chegar!

Aprendi uma lição, como motorista devemos redobrar a atenção, usar sempre o cinto de segurança e o pedestre respeitar. Deixar o celular de lado e só usá-lo quando estacionar, desta forma acidentes poderemos evitar e um trânsito mais gentil iremos desfrutar.

Minha condução chegou então eu pude partir, e no caminho pude refletir, se agirmos dentro das regras, coisas boas vamos construir.


2º lugar - Evandro Pita Vieira

Um trânsito de todos

      É certo afirmar que o trânsito de São Paulo é uma miscigenação de pessoas impacientes e estressadas, motociclistas sem os acessórios de proteção devida, o som alto das buzinas e uma grande aglomeração de veículos, muito deles com apenas um ocupante.

     É preciso considerar que a impaciência combinada com compromissos assumidos são dois grandes fatores que podem contribuir na causa de possíveis acidentes causando seqüelas e traumas em suas vítimas.

     É fundamental observar que o desrespeito à faixa de pedestres e à sinalização são grandes problemas comuns.

     Sendo assim, jovens e adultos também podem contribuir adotando a Carona Solidária. Se houver colaboração de todos atravessando na faixa, respeitando a sinalização, usando os equipamentos de proteção necessários ao utilizar motocicletas, e repassando essas atitudes para as gerações futuras, teremos um trânsito seguro onde todos possam usufruir dos seus direitos e da sensação de segurança.


3º lugar - Maria Rosa Ferreira Lima

O trânsito de uma grande cidade

                Em uma grande cidade vive uma jovem de 19 anos chamada Natália. Com seus livros, todos os dias, Natália precisa usar um ônibus e um trem para chegar ao trabalho, e depois do trabalho utiliza um táxi até a faculdade onde estuda. No princípio ela demorava quarenta minutos da casa dela até o serviço, sendo vinte minutos de ônibus e vinte de trem e demorava quinze minutos de táxi.

               Entretanto, com o passar do tempo, ela foi gastando cada vez mais tempo, chegando a gastar oitenta minutos. Não conseguia entrar no primeiro trem por excesso de passageiros e então esperava até poder entrar em algum e quarenta minutos de táxi.

               Natália estava prejudicando-se muito, pois sempre se atrasava para chegar à faculdade e se não acordasse mais cedo, também se atrasava para o trabalho com algumas mudanças, ela resolveu seus  problemas! Trocou o trem e o ônibus pela bicicleta que o governo disponibiliza nas ruas e o táxi pela caminhada. Assim, além de fazer exercícios e contribuir para o trânsito, Natália otimizou seu tempo e colaborou com a sua cidade diminuindo o trânsito. 

CET PMSP-MobTrans

Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes

Rua Barão de Itapetininga, 18 - Centro

São Paulo, SP - CEP 01042-000

Prefeitura de São Paulo - Viaduto do Chá, 15 - Centro - São Paulo, SP - CEP 01002-020